Sobre fotos, marca d'água e ética

by - outubro 22, 2015

Há algum tempo uma pessoa pegou uma foto de um livro de assinaturas que fiz, e vendeu o meu livro, como se ela o tivesse feito, mudando o tema apenas de livro de assinaturas de eucaristia para um livro de assinaturas de casamento.


Não feliz em ter vendido um produto que ela não sabia fazer, entrou em contato comigo, e me pediu os arquivos que uso para confecciona-lo. 

Sem educação ou gentileza alguma, chegou me intimando, e falando para eu enviar os arquivos por inbox  para o seu email, sem perguntar se eu poderia, ou se eu queria compartilhar meu arquivo. 

Fiquei indignada, muda e sem fala,  educadamente, neguei, e disse que se a cliente dela estava tão interessada no livro, que entrasse em contato diretamente comigo que eu a atenderia com muito prazer. 

Lógico que ela saiu pisando duro (ou apertando duro as teclas) pois nem muito obrigada pela atenção ela me deu, mas o que me deixou muitíssimo chateada não foi a falta de educação ou autoritarismo em me mandar dar o arquivo pra ela, o que me chateou profundamente foi a falta de respeito em tirar minha marca d'água das fotos e enviar pra cliente. 

E eu sei disso, pois quando ela enviou a foto do arquivo que queria, a  marca d'água estava manchada, via-se ali um borrão branco, e não minha querida e doce fadoleta. 

Poxa vida, e tenho tanto trabalho pra tirar minhas fotos, sempre edito com calma, coloco a marca d'água pra não ter problemas, e me acontece isso ... e eu me perguntei como eu deixei acontecer isso, na verdade, achei que devia ter colocado uma marca d'água sutil nela toda, dificultando assim o trabalho de quem fosse agir de má fé. 

Mápera lá, eu? 
Que mundo é esse onde eu tenho que me resguardar pra que as pessoas não ajam de má fé? 

A verdade é que quem quer agir de má fé age e pronto, sempre vai dar um jeitinho de burlar o que for, e não vai ser eu colocando marca d'água que vai dificultar isso, portanto, eu vou editar minhas fotos como de costume, e deixa-las limpas, se pegarem novamente, paciência, só poderei lamentar por quem comprar  um produto desses, pq se tem uma coisa que tenho aprendido diariamente nessa vida de artesanato, é que caráter é artigo cada vez mais raro, em falta mesmo no mercado. 

E sinceramente, me poupa parte do tempo na edição das imagens. 

Pode ser que eu mude de ideia, mas por hora, deixa estar, pq eu sei o que eu fiz, a qualidade do que entrego pra um cliente e é isso que me basta. 

É, a vida não é só viver e aprender não, é viver e se surpreender, pq depois dessa, a certeza de que realmente e não vi td tipo de cara de pau, é mais que certa! 

Você também poderá gostar

0 comentários