Tudo que você queria saber sobre o Balancim...

by - março 22, 2017

e não tinha pra quem perguntar!

Se existe um artesanato que é democrático, esse artesanato é o scrapbook!

Isso pq, a gente pode usar nele materiais de diversas outras artes, como é o caso do balancim, que serve pra costura, pra scrapbook, pra cartonagem ... é só ter a matriz certa, e em tempos onde uma crop-a-dile está custando cerca de 200 dinheirinhos muito suados, o Balancim se torna uma opção muito atrativa, de custo reduzido e de mil e uma utilidades, até pq eu percebo que nem todas as pessoas sabem das utilidades que um balancim tem, as vezes tem um herdado da avó, da mãe, e não usa pq não sabe das possibilidades dele!

Eu o uso basicamente para fixar ilhós e botões de pressão em alguns trabalhos, mas 99% do que ele trabalha é fixando ilhós mesmo.

Vamos começar do começo.

SOBRE O BALANCIM

O Balancim nada mais é do que uma prensa manual, composta por várias partes, mas tudo super simples de "configurar", na verdade é bem intuitivo.

O kit que ele vem é básico, é composto por ele (óbvio), 1 caixa + 1 manual de instruções + 2 parafusos com a finalidade de fixa-lo na mesa ou na base onde você for coloca-lo.

ATENÇÃO: O Balancim não vem com a matriz, é necessário compra-la separadamente!

Uma particularidade minha: Eu não quis fixa-lo na minha mesa, isso pq eu fico pra lá e pra cá com as coisas, ocupo muito espaço da minha mesa e achei que seria melhor usar uma base móvel, para isso, comprei uma tábua de carne de madeira dessas bem simples mesmo de 5,00, fiz um detalhe com papel holler e tecido, e com os parafusos que vieram no kit, maridão fixou na tábua pra mim, assim posso levar pra onde quiser e o desempenho dele não é comprometido. Funciona que é uma belezinha!


Nele vem uma inscrição do número 100, isso significa que quando a alavanca é acionada, ele exerce cerca de 100kg de pressão para fixar o ilhós, forrar o botão, colocar o rebite ...


Na parte superior existe uma "rosca" que se chama regulagem, de curso, ela é ajustável e tem várias numerações, pra que serve?
Serve para regular o quanto a alavanca descerá e fará pressão sobre a parte inferior da matriz, para fiar ilhós eu deixo em 30mm pq ele abaixa ao máximo e aperta o ilhós o mais forte que puder. Para botões a pressão pode ser menor, então a regulagem é ali, na regulagem de curso.


No meu Balancim como vocês podem ver, a regulagem está em amarelo, mas em outros ela varia, pode ser rosa, vermelho ... acredito que isso pode variar conforme a marca, pq pelo que pesquisei não existe balancim só da Cardenas, existe de outras marcas, inclusive com outros pesos, alguns mais leves e outros mais pesados (e poxa, ele é pesado, viu?).

SOBRE AS MATRIZES:

Como eu já disse ali em cima, o Balancim não vem com matriz nenhuma, nenhuma mesmo, é necessário adquirir a matriz que você deseja comprar, isso pq ele tem infinitas finalidades, então, irá variar do que a pessoa deseja, né?


As matrizes não são só da Cardenas, eu não encontrei matriz da própria marca e comprei de uma marca paralela chamada Eberle. Que me atende muito bem, não é frágil e não me deixa na mão.

Por exemplo, essa é a número 51 (conseguem ler o 51 marcado nela?), para fixar ilhós 51, mas existem maiores e menores.

Toda matriz será composta por duas peças, uma para ser fixada na alavanca, e outra na base do Balancim, e quando a alavanca é acionada, temos o resultado que queremos, isso vale para forração de botões, botão de pressão, e até para vazadores de tecidos ou materiais mais grossos, como couro.



No caso da matriz fixadora de ilhós, ela é composta por dois pininhos, o superior é fixo, e o inferior afunda quando a alavanca faz pressão para amassar o ilhós. Depois de fixado ele volta ao lugar certinho.

E é nesse pino inferior que colocamos o ilhós para que ele seja fixado no material que queremos, uma vez colocado corretamente ele não sai do lugar e é só fazer pressão e ploff, ilhós pregado certinho!



É importante procurar matrizes que sejam compatíveis. Eu acredito que todas sejam, mas não custa perguntar ao balconista se é compatível com o o Balancim da Cardenas, afinal de contas, melhor pecar pelo excesso do que pela falta.


SOBRE O ILHÓS:

E o ilhós, o que é esse bonitinho de que eu tanto falo?
Pra quem não sabe o que é do que estou falando, ele é essa pecinha de metal (alumínio/ferro) que usamos nos acabamentos de tags, marcadores de página, pastas, que além de dar um acabamento mais sofisticado, muitas vezes ajuda a manter a integridade do local que recebeu o furinho, sem esgarçar o papel, ou o tecido.






Algumas informações importantes sobre ilhós:

- Eles vem em diversos tamanhos, e para cada tamanho é necessário uma matriz diferente.
- Eles podem ser feitos de alumínio, ferro ou latão, e em várias cores. Os de alumínio amassam muito mais fácil que os de ferro, e os de ferro, com o passar do tempo, se estiverem em locais úmidos, irão enferrujar e danificar o trabalho, e os de latão eu nunca usei.
- O tamanho 3/16 é o equivalente ao ilhós número 54 (com matriz correspondente, ou seja, matriz 54).

Fixar o ilhós é a coisa mais simples do mundo.

Basta colocar o Balancim sobre uma base resistente, mesa, bancada ...

Se for uma peça de papel, eu coloco primeiro o ilhós, depois o papel e por fim faço a pressão com a alavanca.
Se for em tecido, eu encaixo o ilhós no tecido, coloco na matriz e aí sim faço a pressão.

Mas é tudo tão intuitivo que chega a ser redundante falar sobre isso, ams pra não ficar dúvida, segue em fotos (pq eu adoro fotos!).









É isso, juntei todo meu conhecimento sobre o Balancim pra quem quiser usa-lo também de maneira mais abrangente!

E meu próximo post será sobre como fazer os furinhos pra colocar o ilhós (no papel!!)

Você também poderá gostar

0 comentários